Academia do Perito

pericia avaliação de imoveis

A perícia de avaliação de imóveis é uma das perícias mais rentáveis do Brasil. Além de contribuir com a justiça brasileira, o perito judicial pode receber bons honorários para periciar casos de avaliação de imóveis.

O que é a perícia de avaliação de imóveis?

A perícia judicial de avaliação de imóveis é a perícia que avalia o real valor de mercado de determinado bem imóvel, sendo o perito judicial responsável por elaborar um um Laudo Pericial, que deverá conter o Parecer Técnico de Avaliação Mercadológica – PTAM do imóvel.

O perito judicial avaliador de imóveis vai até o local do imóvel para realizar a avaliação pericial. Ele poderá fotografar, para embasar o seu laudo, além de poder consultar os valores dos imóveis que se encontram naquela região. 

Algumas vezes, o juiz se faz presente na avaliação imobiliária também.

O perito judicial avaliador de imóveis deve ser imparcial e muito técnico, devendo em seu laudo argumentar o que o levou a determinada conclusão.

imagem ilustrativa - canva

Casos mais comuns de perícia de avaliação de imóveis no judiciário

A perícia judicial se faz necessária, sempre que ocorre uma lide na esfera civil, na qual o juiz não possui conhecimento técnico para decidir de forma justa um determinado processo.

Um processo judicial, no qual as partes não chegam em um consenso de valor daquele imóvel, seria um bom exemplo. Isso pode acontecer quando ocorre uma desapropriação, casos de ação renovatória de aluguel em que o proprietário alega que o valor do imóvel vale mais e o inquilino alega que o valor do imóvel é menor, caso de ações reivindicatórias ou reintegração de posse, e até mesmo de indenizações. 

Podemos citar, como exemplo, casos em que a prefeitura de um município decide derrubar algumas casas para aumentar uma via que vive muito congestionada ou até mesmo para construir uma nova via. Os moradores daqueles imóveis, geralmente recebem uma indenização para sair do local, em geral, condizente com o valor do imóvel naquela época. Porém, algum morador pode se sentir lesado e entender que o valor do imóvel que ele possui, vale mais do que a prefeitura pagou, entrando em um processo judicial, no qual a prefeitura alega que o imóvel vale x e o proprietário alega que o imóvel vale muito mais. 

É aí que entra o perito judicial avaliador de imóveis! É ele que vai até o local, averiguar, pesquisar, e entender o valor de mercado daquela região, para aí sim concluir seu laudo. 

Além dos casos acima citados, ainda existem outros tipos de situações em que é comum a avaliação imobiliária realizada por um perito, podendo até ser de cunho extrajudicial. São eles: Servidões, Arbitramentos, Usucapião, Ações possessórias, Serviços de assessoria para empresas como construtoras e condomínios e até mesmo, bancos; Medidas cautelares, laudos para vizinhança, recebimento e entrega de obra, divórcios, separação, doação, extinção de condomínio, locação e espólio. 

Quem pode ser perito avaliador de imóveis?

Pode ser perito avaliador de imóveis o Engenheiro civil, o Arquiteto e o Corretor imobiliário, desde que os mesmos tenham notório saber sobre a sua área de atuação, sejam reconhecidos como especialistas no assunto e estejam devidamente cadastrados nos seus conselhos de classe. 

Nos casos dos corretores de imóveis, no COFECI – Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários;

Nos casos de Engenheiros e Arquitetos, no CREA – Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura.

O corretor imobiliário tem aval para ser um perito avaliador de imóveis?

Muitos corretores acabam temendo não serem nomeados por não se acharem capazes ou até mesmo por acharem que não podem realizar avaliações imobiliárias na esfera judicial. 

O Código de Processo Civil de 1973, previa em seu artigo 145 § 1º, que “os peritos serão escolhidos entre profissionais de nível universitário, devidamente inscritos no órgão de classe competente”.

Em 2007, o Conselho Federal de Corretores de Imóveis editou a Resolução nº. 1.066/2007, regulamentada posteriormente pelo Ato Normativo nº. 001/2011, que criou a profissão de Avaliador de Imóveis, que “é aquele que determina o valor de imóveis não apenas para compra e venda, mas também para questões judiciais, como partilha de bens, ou para prefeituras e governos que precisam, por exemplo, efetuar desapropriações”, devendo estar incluído no Cadastro Nacional de Avaliadores de Imóveis (CNAI), cuja inclusão depende de curso técnico de avaliação imobiliária ou diploma em curso superior de gestão imobiliária, em instituição reconhecida pelo COFECI.

Sendo assim, o corretor de imóveis que cumpre as normas e preenche os requisitos do Conselho Federal de Corretores de Imóveis está apto a realizar perícias judiciais de avaliação de imóveis, bem como emitir laudos periciais.

Hoje, na Academia do Perito já existem diversos relatos de alunos, corretores imobiliários, nomeados e que não tiveram seus laudos impugnados. 

Quanto um perito avaliador de imóveis pode ganhar?

Um perito judicial avaliador de imóveis pode ganhar muito, a depender do valor do imóvel, uma vez que o valor dos honorários periciais está a partir de 1% do valor do imóvel. Esse valor varia de acordo com o estado em que será realizada a perícia. Existem peritos judiciais avaliadores de imóveis que já tiveram honorários acima de R$ 100.000,00 apenas com uma perícia judicial. 

Portanto, não há um limite exato e fixado pelo juízo da perícia de avaliação de imóveis.

Já o perito avaliador de imóveis que atua de forma extrajudicial para empresas pode receber um valor fixo mensal, que pode variar de R$ 1.424,00 a R$ 3.478,44, segundo o site www.salario.com.br

Como se tornar um perito judicial avaliador de imóveis

Um perito judicial avaliador de imóveis precisa ter notório saber sobre a área em que irá atuar, no caso, avaliação de imóveis. Portanto, faz-se necessário a realização de um Curso de Perícia Judicial em Avaliação de Imóveis.

A Academia do Perito conta com um curso muito completo, ministrado pelo professor Fernando Sarian, além, é claro, de diversos feedbacks positivos de alunos, engenheiros, arquitetos e corretores de imóveis nomeados em diversos processos judiciais em que se fez necessária a perícia de avaliação de imóveis.

Para se inscrever nesse e em outros cursos da Academia do Perito, basta clicar aqui, ou em caso de dúvidas, contate a Central de Atendimento.

WhatsApp chat